sábado, 9 de outubro de 2010

Acho importantíssimo que tomemos responsabilidade

“Hoje mais do que nunca, os cidadãos são responsáveis pelo carácter dos políticos que elegem. Se os políticos são ignorantes, incompetentes e corrputos, é porque nós toleramos a ignorância, a incompetência e a corrupção.
Se os políticos são inteligentes, corajosos, honestos e servidores do interesse geral, será porque os cidadãos exigiram que quem os representa, tenha essas qualidades"
James Garfield, vigésimo presidente do United States, 1877 (adaptado)

Esta ideia sobre a democracia é tão válida hoje para Portugal, como o era há mais de um século nos EUA.
Desde que há democracias modernas, os cidadãos são principais responsáveis pela qualidade dos seus políticos: porque os elegem nas eleições nacionais e porque os escolhem, ou demitem-se de os escolher, nas eleições internas dos partidos.

O que está a degradar a nossa democracia é uma participação insustentavelmente baixa nos partidos, de cidadãos desprendidos das lógicas partidárias, com outra capacidade crítica e com critérios de escolha de dirigentes e lideranças mais orientados aos interesse do país do que a interesses particulares. Estes deviam ser a maioria nos partidos, mas são a minoria.

Só depende de nós corrigirmos esta nossa a demissão. Está na hora de sermos parte da solução, e não parte do problema. Filia-te e intervém no partido em que votas.

“O problema não é o problema, o problema é a nossa atitude perante o problema”

Nota: Se já estás farto de ver, ouvir e ler que os políticos e partidos são maus e que nada se pode fazer ("é o fado português"), divulga esta ideia aos teus amigos e familiares. Está na hora de começarmos a ser parte da solução"

Sem comentários: