sábado, 28 de maio de 2011

Há momentos inesquecíveis...


Linda donzela vem à janela que a tuna passa
Ouve este canto que o teu encanto enche de graça
Olha p'ra lua que noite é tua e o trovador
Enamorado canta enlevado trovas de amor.

São teus cabelos ondas que o Douro leva p'ró mar
Lento embalo de melodia que faz sonhar
Barcos Rabelos feitos da esperança de um teu olhar
E a tuna ronda junto à Ribeira p'ra te cantar.

Linda donzela vem à janela que a tuna passa
Ouve este canto que o teu encanto enche de graça
Olha p'ra lua que noite é tua e o trovador 
Enamorado canta enlevado trovas de amor.

Levo nos olhos a tua imagem brando fulgor
Levo a saudade deixo esta trova ao teu amor
Põe um sorriso, não te entristeças se a tuna parte
Que o estudante eterno amante virá cantar-te.

Linda donzela vem à janela que a tuna passa
Ouve este canto que o teu encanto enche de graça
Olha p'ra lua que noite é tua e o trovador 
Enamorado canta enlevado trovas de amor.

Enamorado, canta enlevado trovas de amor.

1 comentário:

Catarina A disse...

Felizmente que há ;)